Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Menu

Pesquisa sobre saúde e estilo de vida dos jaraguaenses começa pela Ilha da Figueira

As pesquisas do projeto Jaraguá Mais Saudável, lançado em abril deste ano, começaram na segunda-feira (16) pelo bairro Ilha da Figueira. O levantamento busca incrementar os dados relacionados ao estilo de vida e hábitos dos moradores, necessários para identificar o perfil em saúde e qualidade de vida da população.
Entre os dados avaliados estão a rotina alimentar; prática de exercício físico; ingestão de álcool e consumo do tabaco; relacionamentos e vida social; doenças crônicas não transmissíveis; predisposição para a mudança de comportamento e adoção de práticas saudáveis.

A pesquisa será por amostragem, aplicada com 382 pessoas do bairro, com faixa etária de idade entre 20 a 69 anos. O questionário é composto por 62 perguntas, que buscam levantar informações relacionadas aos pilares do Jaraguá Mais Saudável: comer, mover e pertencer.

O compilado desses resultados será avaliado por profissionais especializados em pesquisa. Eles servirão de indicadores para atuação posterior do projeto na comunidade, através da aplicação de ações que apoiem os moradores para a mudança de comportamento e promoção de um estilo de vida melhor, conforme os resultados e necessidades apontadas pelo estudo.
Equipe de coleta
Participarão da coleta, 11 estudantes dos cursos de saúde da Unisociesc de Jaraguá do Sul, que serão capacitados por uma equipe técnica e de engajamento, para aplicação do questionário.

A pesquisa na Ilha da Figueira é um projeto-piloto, justamente para avaliar a logística e custos de aplicação. Somente após concluir todas as etapas, será possível avaliar a viabilidade de replicar essa metodologia em outros bairros da cidade e assim obter uma amostra mais diversificada do perfil de saúde e qualidade de vida dos moradores de Jaraguá do Sul.
A proposta central do Jaraguá Mais Saudável é tornar a cidade, já referência em tantos setores, também em qualidade de vida e saúde.

Deixe seu comentário: